FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

Shakespeare e Tchaikovsky darão o tom da Noite de Gala do 39º Festival de Dança de Joinville

Já está definida a atração da Noite de Gala, que retorna à programação do Festival de Dança de Joinville para a 39º edição. No dia 24 de julho, às 20h, Marcelo Misailidis e Ana Botafogo comemorarão, no palco do Centreventos Cau Hansen, as três décadas de parceria artística. A dupla irá dirigir “ST Tragédias”, que unirá as obras consagradas “Otelo, o Mouro de Veneza” e “Romeu e Julieta”, de Shakespeare, ao som de Tchaikovsky.

“’Romeu e Julieta’ é uma obra que criei para Ana Botafogo, e toda criação tem uma profunda identidade com o intérprete com a qual você a desenvolve. É uma parceria que requer confiança e entrega. Portanto é uma obra criada neste sentido de parceria, e ela irá neste momento ajudar na direção da remontagem de ‘Romeu e Julieta’ comigo, um modo de comemorarmos nossos 30 anos de parceria, que iniciou na abertura do Festival de Joinville de 1991. Trata-se de duas obras magníficas de Tchaikovsky, que eram basicamente executadas sinfonicamente e aqui ganham toda a materialização dramatúrgica contida na partitura”, explica Marcelo. “Dirigir a Noite de Gala é uma grande responsabilidade, pela importância que o Festival tem na formação de milhares de bailarinos em todo o país. O evento é uma referência sobre a perspectiva da produção cultural”, acrescenta.

Conforme o diretor, “ST Tragédias” é um espetáculo de natureza clássica, pela temática das obras de Shakespeare, que são clássicos da literatura mundial, e pela partitura musical de Tchaikovsky, que é o principal compositor das grandes obras do repertório do balé clássico, mas não significa que a noite será totalmente clássica. “‘Othelo’ certamente terá uma influência contemporânea na estética, mesmo tendo bailarinos com formação acadêmica. É uma obra com temática muito atual, ao falar do feminicídio e do preconceito racial, um assunto ainda muito recorrente”, avalia.

18 bailarinos terão o desafio de dar vida ao espetáculo no palco e transmitir toda a carga emocional contida nas histórias. A grande atração da Noite de Gala já tem as participações especiais confirmadas de Mayara Magri e Matthew Ball, primeiros bailarinos da Royal Opera House, de Londres, como intérpretes de Romeu e Julieta. O talento de Mayara já foi reconhecido, inclusive, no próprio palco do Festival de Dança de Joinville, em 2010, quando foi premiada como a melhor bailarina da 28ª edição do evento.Já a contribuição de Ana Botafogo será em somar com Marcelo Misailidis na direção e remontagem do projeto.

Marcelo Misailidis

Marcelo Misaillidis é encenador, diretor artístico e coreógrafo, com formação superior em Licenciatura em Dança. Foi primeiro bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro; diretor artístico da Cia BTM de 2006 a 2008; e criou e dirigiu espetáculos para balé e ópera no Theatro Municipal.

De seus 35 anos de carreira dedicados à dança, destaca os grandes momentos quando dançou ao lado de Jorge Donn com o bolero de “Ravel”, coreografia de Maurice Bejart; “Oneguin” e “Megera Domada”, de John Cranko; “Romeu e Julieta”, de Vladmir Vassiliev; “Lago dos Cisnes”, de Natalia Makarova; e os trabalhos com Marcia Haydee e Richars Cragun.

O profissional transita entre os gêneros clássicos e contribuições para a cultura popular, com atuações como carnavalesco. Foi o autor e criador do último título da Beija Flor de Nilópolis, em 2018, além de acumular premiações como melhor Comissão de Frente do Carnaval carioca.

Marcelo tem uma longa e relevante trajetória no Festival de Dança de Joinville. Iniciou como participante, quando concorreu e conquistou premiações. Posteriormente, atuou como convidado, ao lado de estrelas da dança como Ana Botafogo, Cecilia Kerche, Nora Esteves e Aurea Hamerlli. Encenou o espetáculo próprio “Os Último Dias de Nijinsky”, como diretor do Ballet do Theatro Municipal; e já levou “O Lago dos Cisnes” para a abertura do Festival. Foi também o responsável pela criação da atração da Noite de Gala dos 35 anos do Festival, que homenageou o artista plástico Juarez Machado. Além disso, atuou como jurado, professor e curador artístico. Atualmente, é um dos conselheiros do Festival.

Ana Botafogo

Ana Botafogo é formada em Licenciatura em Dança, no Rio de Janeiro. Iniciou sua carreira na França, quando integrou o Ballet de Marseille, de Roland Petit. Foi Bailarina Principal do Teatro Guaíra, da Associação de Ballet do RJ e, em 1981, ingressou no Theatro Municipal do Rio de Janeiro como Primeira Bailarina, onde permanece até hoje.

Já se apresentou em vários países da Europa e das Américas do Norte, Central e do Sul. Entre os muitos títulos, recebeu o de Embaixador da Cidade do Rio de Janeiro; o de Benemérito do Estado do Rio de Janeiro; Chevalier Dans L’Ordre des Arts et des Lettres, pelo Ministério da Cultura da França; o Troféu Mambembe-1998; a Ordem do Mérito Cultural, pelo Ministério da Cultura, na classe de Comendador; e a Medalha Pedro Ernesto, pela Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro. Criou os espetáculos “Ana Botafogo In Concert”, “Três Momentos do Amor”, “Suíte Floral”, e ainda, em parceria com Carlinhos de Jesus, “Isto é Brasil”, quando dançou em diversas capitais brasileiras.

A divulgação da dança é uma preocupação constante de Ana Botafogo, que leva sua arte para todos os cantos do Brasil, assim como ministra palestras com o intuito de estimular jovens bailarinos aos encantos da profissão. Assumiu, em 2015, a Direção do Ballet do Theatro Municipal do RJ. Ana é cidadã joinvilense desde 2011 e integra o Conselho Curador do Festival de Joinville desde setembro de 2016.

Serviço

• O quê: 39º Festival de Dança de Joinville.

  • Quando: 19 a 30 de julho de 2022.
  • Onde: Centreventos Cau Hansen (Avenida José Vieira, 315, América, Joinville).
    Realização: Instituto Festival de Dança de Joinville – Secretaria Especial da Cultura – Ministério do Turismo – Governo Federal.
    • Promoção: Prefeitura Municipal de Joinville – Secretaria de Cultura e Turismo.
  • Patrocínio: Instituto Cultural Vale.
    Mais informaçõeshttps://festivaldedancadejoinville.com.br/
Folha

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.