FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

Setur cria bolsa-atleta e pretende investir R$ 150 mil por ano para auxiliar atletas e paratletas araquarienses

Atletas, paratletas e técnicos araquarienses que tenham obtido resultados importantes em competições nacionais e internacionais deverão contar com ajuda do Executivo. Em dezembro do último ano, a Prefeitura de Araquari, por meio da Secretaria de Turismo, Lazer e Esporte – Setur, sancionou a lei nº 3.674/2021, dando origem ao projeto Bolsa-Atleta de Araquari. No total, o Governo do Municipal vai destinar R$ 150 mil por ano para custear o programa.

De acordo com a lei, o benefício mensal será concedido à técnicos, atletas e paratletas estudantes com mérito esportivo, ou seja, que tenham obtido destaque em competições estaduais, nacionais ou internacionais, da 1ª a 3ª colocação, nas modalidades de prática desportiva individual.

Segundo o secretário da Setur, Paulino Sérgio Travasso, o projeto vai permitir que jovens atletas continuem suas atividades esportivas e se qualifiquem ainda mais para continuar representando o município no país e fora dele. “Sou ex-atleta e sei que muitos desses jovens são estudantes de baixa renda e, às vezes, esse pode ser o único benefício para que possam continuar a estudar e competir”, disse.

Os critérios técnicos para a concessão da Bolsa-atleta serão fixados com base nos preceitos e nas diretrizes da lei e da comissão que avaliará o nível atleta. A previsão, segundo Paulino, é que o edital de inscrição para concessão do benefício seja lançado ainda em fevereiro.

Clique aqui para baixar a lei nº 3.674/2021.

Folha

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.