FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

Secretário de Esportes fala sobre ações da pasta à Comissão de Educação

Os vereadores da Comissão de Educação conheceram as ações e o planejamento da Secretaria Municipal de Esportes (Sesporte), nesta terça-feira (8). Os Jogos Estudantis e o Copão Kurt Meinert serão retomados este ano, segundo o secretário André Mendonça Furtado Mattos.

O secretário fez uma apresentação com programas do município, que ganharam nova roupagem, como o Movimenta Joinville e as Olimpíadas da Terceira Idade, interrompidas pela pandemia, e que serão retomadas. “Todos os nossos projetos estão condicionados aos padrões que a pandemia nos traz”, disse Mattos, em referência aos decretos estaduais que restringem a participação do público em atividades sociais.

Há ao todo 1.950 vagas na iniciação esportiva, em 19 núcleos. Neste mês, pode haver ainda nova contratação de professores, graças à nova lei do Bolsa Atleta, aprovada na Câmara.

O grande evento do ano para a Sesporte são os Jogos Estudantis, que serão retomados entre abril e novembro. Interrompido em 2019 por conta da pandemia, os jogos estavam em “decadência”, de acordo com Mattos.

Respondendo a questionamentos do presidente da comissão, Brandel Junior (Podemos), Mattos explicou que os jogos vão contemplar oito regiões da cidade, com atletas de quatro faixas etárias (de seis a 16 anos e a universitária), em escolas e outros espaços, como o Centreventos.

Uniformes e outros gastos já estão previstos no orçamento municipal. Haverá também competições paradesportivas. “A gente acredita que esse projeto é a espinha dorsal do esporte na nossa cidade”, afirmou o secretário.

Além de esporte, os jogos terão atividades culturais e educacionais, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, como dança de rua e robótica.

Copão Kurt Meinert

Mattos falou, ainda, da volta do Copão Kurt Meinert, mas sem cobrança pelas inscrições nem premiação. A cobrança era ilegal, segundo o secretário. Ele estima a participação de cerca de cem equipes. “Está garantido e confirmado”, disse, “a gente só está se programando e fazendo a coisa da maneira certa”.

Terceira idade

Brandel Junior cobrou orientação para idosos que usam as academias para a terceira idade localizadas em áreas públicas. Segundo o vereador, antes havia estagiários de educação física nos locais.

O secretário afirmou que não é viável a permanência de um estagiário sem orientação de um profissional. A Lei do Estágio determina que as atividades do estagiário sejam supervisionadas por professor orientador e por profissional da área.

O vereador discordou, dizendo que o estagiário não pode prescrever o treino, mas pode orientar o usuário quanto à execução dos exercícios. Brandel disse, ainda, que apresentará um projeto de lei com a solução para isso.

Ainda respondendo a perguntas de Brandel Junior, o secretário afirmou que está em estudos de viabilidade a construção de uma pista de atletismo na cidade. Ele descartou, porém, a instalação de um velódromo, alegando custos e complexidade.

Folha

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.