FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

Sebrae-SC abre programa gratuito para empresas de Joinville e região

O Sebrae-SC está com inscrições abertas para o programa Brasil Mais em Joinville e região. A ação tem como intuito atender pequenos empresários que querem tornar seus negócios mais produtivos, faturando mais e gastando menos.

Ao todo, são 110 vagas para a região. As inscrições podem ser feitas por MEs (microempresas) e EPPs (Empresas de Pequeno Porte) até o dia 25 de março através deste do site brasilmais.economia.gov.br. O programa Brasil Mais terá início em março e seguirá até julho de 2022. Serão encontros gratuitos, agendados conforme a disponibilidade do participante.

Entenda mais

O Programa Brasil Mais é uma iniciativa do Governo Federal em parceria com o Sebrae, Senai e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), que visa aumentar a produtividade e competitividade das micro e pequenas empresas brasileiras.

Empreendedores e empreendedoras que participam do programa recebem o acompanhamento de um(a) agente de local de inovação gratuitamente que faz diagnóstico inicial e traça um plano de inovação para o negócio.

“As empresas participantes do Programa Brasil Mais recebem acompanhamento personalizado e são incentivadas a implantar melhorias práticas que refletem na gestão do negócio, no relacionamento com parceiros e fornecedores e movimentam toda a cadeia de inovação dentro de sua área de atuação”, explica Jaime A. Dias Junior, Gerente Regional Norte

Benefícios para as micro e pequenas empresas

Um estudo feito pelo Sebrae, a partir do acompanhamento de empresas que introduziram inovação e melhorias no processo de gestão, mostrou que, em média, esses pequenos negócios tiveram um aumento de 10% de produtividade e um incremento de 25% no faturamento. As empresas monitoradas fizeram parte do ciclo anterior do Programa Brasil Mais.

No Norte de Santa Catarina, mais de 600 empresas já participaram do Programa. A maioria delas do setor de serviços (36%), seguido pela indústria (21%). Entre as principais melhorias apontadas estão a produtividade da empresa, gestão de indicadores, aplicação de ferramentas para inovação, interação com o ecossistema de inovação e inovação em processos, produtos/serviços e métodos de marketing.

Folha

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.