FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato /     Publicações Legais

   jornalismo@folhametropolitana.com

Santa Catarina avança no Programa Penso, Logo Destino para gestão de resíduos sólidos

Nesta segunda-feira, 11, foi dado mais um importante passo para ampliar a gestão de resíduos sólidos no Estado. O Instituto do Meio Ambiente (IMA), a Secretaria de Estado da Agricultura (SAR), a Cidasc, a Epagri e a Ceasa/SC firmaram um termo de cooperação para o Programa Penso, Logo Destino (PLD). A adesão reforça o esforço conjunto de educação ambiental e destinação final de resíduos de forma ambientalmente adequada, especialmente nos espaços rurais e pesqueiros.

O PLD foi idealizado pelo IMA com o apoio do Governo do Estado e já conta com a adesão de 168 municípios catarinenses. Tem como foco o envolvimento e a conscientização das pessoas sobre a correta disposição dos resíduos sólidos, com o objetivo de tornar Santa Catarina o estado brasileiro que mais recicla, reutiliza e produz menos resíduos sólidos urbanos.

O Programa é dividido em três etapas: logística reversa (etapa atual), coleta seletiva e compostagem dos resíduos orgânicos. Na primeira etapa está sendo promovida a capacitação e mobilização de multiplicadores. A fase inclui a coleta das embalagens de agrotóxicos, pneus inservíveis, lâmpadas, pilhas e eletroeletrônicos.

“Nós queremos cooperar com mais esta ação de sustentabilidade no meio rural e assim aprimorar a gestão dos resíduos sólidos, principalmente em municípios com vocação agropecuária, que tem maiores dificuldades na logística reversa. A Secretaria de Estado da Agricultura junto com a Cidasc, Epagri e Ceasa estão em todo Estado e podem contribuir nesse processo”, destaca o secretário de Estado da Agricultura, Valdir Colatto.

“As cooperações são fundamentais para desenvolver o PLD no estado e consolidar a gestão ambiental urbana e rural focada na mudança de comportamentos e hábitos da população para o aumento da reutilização e da reciclagem, entre outras práticas que aliem a preservação ambiental ao progresso socioeconômico das cidades e estados”, reforça o coordenador estadual do PLD, Cícero Brasil.

O PLD tem a meta de conquistar até 2024 a adesão de 224 municípios com até 20 mil habitantes. Já em 2025, o cronograma do PLD prevê a inclusão dos municípios de médio porte, com população entre 20 mil e 50 mil habitantes, e em 2026, o objetivo é garantir a adesão das grandes cidades com mais de 50 mil habitantes.

Somente neste ano, as ações do Programa Penso, Logo Destino somaram o recolhimento e destinação correta de mais de 66 mil quilos de pilhas e eletroeletrônicos; quase 190 mil unidades de lâmpadas e mais de 39 mil pneus. O programa capacitou mais 1.400 agentes multiplicadores, incluindo mais de 300 professores do ensino fundamental.

Receba notícias em seu celular pelo grupo de WhatsApp do jornal Folha Metropolitana Curta nossa página do Facebook e siga-nos no Instagram

Folha Metropolitana

A diferença entre a literatura e o jornalismo é que o jornalismo é ilegível e a literatura não é lida… Oscar Wilde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *