FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

Programa InvestSC apoia resort temático e sustentável na região de Campo Alegre

O Programa InvestSC, que comemora seu primeiro ano de atuação prospectando novos investimentos, abre as portas para mais um novo empreendimento, desta vez no Planalto Norte. Com uma previsão de aporte de cerca de R$ 500 milhões e geração de 270 empregos diretos e indiretos, o resort temático e sustentável será construído na região de Campo Alegre.

Os detalhes foram apresentados por representantes do projeto ao secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon e à diretoria de Empreendedorismo e Competitividade.

“Este investimento reforça mais uma vez a confiança do setor produtivo no Estado. O InvestSC representa as portas abertas na atração e aceleração de investimentos com o apoio aos novos negócios. Este projeto turístico significa novas oportunidades para Campo Alegre e toda a região do Planalto Norte, fortalecendo o desenvolvimento e o turismo em nosso Estado”, afirma o secretário da SDE, Luciano Buligon.

O Resort 

Com uma área de aproximadamente de dois milhões de metros quadrados, o empreendimento propõe recriar a época medieval e contará com dois hotéis, um SPA, um observatório estelar, 16 lojas comerciais em uma vila medieval com vista para os dois castelos, uma igreja e um centro corporativo com anfiteatro para eventos. O projeto prevê atrações como: esqui, patinação no gelo, trenó de montanha, tirolesa, arborismo, trilhas de caminhada e de mountain bike, entre outras atividades.

Sócio e um dos idealizadores do projeto, Hildemar Alves da Motta, explica que criou o resort temático com objetivo de levar pessoas a região, oferecendo algo inovador e que tivesse um grande apelo popular. “Conheci o empresário Carlos Rodolfo Hantschel que me apresentou uma montanha com 1200 metros de altitude na divisa entre a Mata Atlântica e as florestas de araucária, com nascentes, cachoeiras, uma fauna riquíssima e flora exuberante. Numa vista de 360º, o nascer e o pôr do sol, geram imagens incríveis, a observação estelar é magnífica. O inverno proporciona temperaturas de quase zero graus e, no verão, se eleva acima dos 30 graus, um turismo para todo o ano”, relembra Hildemar.

Projeto Sustentável 

De acordo com o projeto, o resort terá a preservação de 100% da mata nativa, as construções serão feitas em área rochosa onde não há crescimento de árvores, terá a produção de energia eólica e o transporte dos hóspedes pelo resort será feito por meio de bondinhos elétricos terrestres.

Todo o lixo orgânico, gerado no empreendimento, será destinado à compostagem e o insumo reciclável destinado para entidades sociais no município de Campo Alegre. As madeiras usadas nas instalações são cernes de árvores caídas na floresta do empreendimento, retiradas com toda a legalidade exigida, tratadas e aplicadas na decoração.

A expectativa é, um ano antes da inauguração do resort, oferecer cursos profissionalizantes gratuitos no setor de turismo para moradores de Campo Alegre e região.

A partir de agora, o projeto conta com o apoio do Programa InvestSC que vai oferecer todo o apoio para a implementação. A reunião de apresentação foi realizada com a presença dos sócios do empreendimento, Hildemar Motta, Rolf Brietzig, Carlos e Tais Hantschel. O encontro foi coordenado pela Diretoria de Empreendedorismo e Competitividade (Diec) da SDE.

Para Fernando Raupp, secretário executivo de Assuntos Internacionais (SAI), o projeto de resort temático demonstra que Santa Catarina está aberta não só para investimentos de natureza industrial ou comercial, mas também para lazer e entretenimento. “O InvestSC vem mostrando sua  potencialidade, auxiliando empresários que querem se estabelecer em Santa Catarina, abrindo as portas e mostrando o que precisa ser feito para que os estabelecimentos possam vir com segurança para o Estado”, destaca.

O que é o InvestSC 

O InvestSC é o programa coordenado pelo Governo de Santa Catarina e pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) para atrair investimentos por meio de incentivos a novos negócios em Santa Catarina. Para a sua atuação conta com um Núcleo Interinstitucional e o Grupo de Trabalho (GT) responsável por executar as atividades que incentivem os investimentos nas regiões com menor IDH, além de identificar fontes de financiamento para investimentos e setores/investidores potenciais. Também propõe a criação de oportunidades para investidores, auxilia na criação e manutenção de mecanismos que disponibilizem informações sobre setores e negócios estratégicos e acompanha e apoia o investidor em todo o processo de implantação do projeto.

Composição

Presidido pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável, o Núcleo Interinstitucional conta com a participação de representantes das secretarias da Fazenda (SEF), da Administração (SEA), do Meio Ambiente (Sema), da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), de Assuntos Internacionais (SAI); Instituto do Meio Ambiente (IMA), da SC Participações e Parcerias S.A. (SCPAR) e da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc).

Folha

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.