FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato /     Publicações Legais

   jornalismo@folhametropolitana.com

Programa Dança na Escola atende 1,2 mil alunos de escolas municipais em 2023

Na Cidade da Dança, alunos de escolas públicas estão tendo a oportunidade de ter aulas e mostras de dança, gratuitamente, na própria escola. Só no último quadrimestre de 2023, 1232 alunos da rede municipal de ensino participaram do Programa Dança na Escola, uma realização do Instituto Festival de Dança de Joinville e da Secretaria de Educação – Prefeitura de Joinville. Mais de 56 turmas, de 22 escolas (sendo que 17 dessas unidades contam com a parceria do instituto), fizeram parte do programa, e a meta para 2024 é ampliar e chegar a um total de 2 mil estudantes atendidos.

A parceria da Prefeitura com o Instituto Festival de Dança foi assinada em julho de 2023, durante o Festival de Dança de Joinville, representando uma ampliação do programa. “Esta parceria possibilitou ampliarmos a oferta de aulas de dança no contraturno escolar na Rede Municipal de Ensino, dentro do programa Dança na Escola. Além de ampliar de 500 para 2 mil o número de alunos atendidos, agora contamos com professores capacitados pelo Instituto Festival de Dança, que estão ensinando aos nossos alunos essa forma de expressão artística tão importante para a identidade de Joinville como cidade da dança”, destaca o secretário de Educação de Joinville, Diego Calegari. Além disso, a coordenadora do Programa Dança na Escola, Gisele Chagas, do Instituto Festival de Dança de Joinville, explica que “com essa parceria, a iniciativa recebeu uma nova cara e um novo formato, ampliando seu conhecimento específico em dança”.

Ela ressalta ainda que durante as aulas, técnicas de Danças Populares, Danças Urbanas, Dança Contemporânea e Jazz Dance são trabalhadas, visando o desenvolvimento corporal, espacial, musical e interpessoal das crianças e adolescentes. “Para participar do Programa Dança na Escola é necessário que a criança ou adolescente esteja matriculado em uma das escolas participantes”, complementa.

22 escolas atendidas:

1- Escola Municipal Professora Thereza Mazzolli Hreisemnou

2- Escola Municipal Enfermeira Hilda Anna Krisch

3- Escola Municipal CAIC Professor Mariano Costa

4- E.M CAIC Professor Desembargador Francisco José Rodrigues de Oliveira

5- Escola Municipal Amador Aguiar

6- Escola Municipal Prefeito Nilson Wilson Bender

7- E.M. Rosangela Martinowsky Baptista

8- Escola Municipal Prefeito Max Colin

9- Escola Municipal Professor Orestes Guimarães

10- Escola Municipal João Costa

11- Escola Municipal Professora Virgínia Soares

12- Escola Municipal Hans Dieter Schmidt

13- Escola Municipal Professora Rosa Maria Berezoski Demarchi

14- Escola Municipal Plácido Xavier Vieira

15- Escola Municipal Ver. Curt Alvino Monich

16- Escola Municipal Valentin João da Rocha

17- Escola Municipal Edgar Monteiro Castanheira

18 – Escola Municipal Padre Valente Simioni

19 – Escola Ruben Roberto Shmdlin

20 – Escola Mun. Professora Lacy Luiza da Cruz Flores

21 – Escola Mun. Dr. Sadalla Amin Ghanem

22 – Escola Municipal Governador Pedro Ivo Campos

Sobre o Festival de Dança de Joinville

O Festival de Dança de Joinville, que completou 40 anos em 2023, é o Maior Festival de Dança do Mundo, reconhecido desde 2002 pelo Guinness World Records, e tornou Joinville um dos principais destinos turísticos e culturais de Santa Catarina em julho. É o maior intercâmbio de dança, e atrai bailarinos do Brasil e do mundo para uma verdadeira imersão que vai para além da Mostra Competitiva, com diversas opções de capacitações.

A última edição, a 40ª, realizada neste ano, mais uma vez bateu recordes. Reuniu dançarinos de 25 unidades federativas brasileiras e mais de 13 mil participantes. O Festival de Emoções atraiu participantes também de outros países. O Festival de Sapatilha contou com a participação de dançarinas do Paraguai e a Programação Didática, teve alunos do México.

É importante ressaltar que o Festival de Dança de Joinville é realizado em julho, mas atividades são realizadas durante o ano inteiro, levando a dança para o Brasil e o mundo através do Instituto Festival de Dança de Joinville. Um exemplo disso é o Festival de Dança de Joinville a Bordo, um cruzeiro de sete dias, com saída de Santos e Itajaí, com destino a Buenos Aires e Montevidéu, que será realizado em janeiro de 2024. Outra iniciativa é o Festival de Dança de Joinville no Beto Carrero, que permite que grupos do Brasil e do exterior se apresentem no Maior Parque Temático da América Latina, o Beto Carrero World, localizado na cidade de Penha, no Litoral Norte de Santa Catarina.

Destaca-se também a atuação da instituição em atividades ligadas à educação e assistência social, com destaque para gestão junto ao Programa Dança na Escola, atendendo 2.000 estudantes na rede pública de ensino de Joinville e a gestão frente ao Saltare Centro de Danças, um espaço para reunir a história do Festival, capacitar profissionais e alunos, ensaios de grupos, projetos sociais, mostras e exposições, entre outras iniciativas. Com recursos próprios e de parceiros, o antigo prédio da Escola Estadual Germano Timm, imóvel tombado e desativado há 12 anos, foi revitalizado e devolvido à sociedade catarinense.

Receba notícias em seu celular pelo grupo de WhatsApp do jornal Folha Metropolitana Curta nossa página do Facebook e siga-nos no Instagram

Folha Metropolitana

A diferença entre a literatura e o jornalismo é que o jornalismo é ilegível e a literatura não é lida… Oscar Wilde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *