FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato /     Publicações Legais

   jornalismo@folhametropolitana.com

Professores de Araquari fazem visita técnica às instituições de ensino em Portugal

Uma comitiva de Araquari, composta por nove profissionais da educação, visita até o dia 3 de maio, o sistema de ensino de Portugal.

Os professores fazem parte de dois projetos melhor avaliados do 3º Prêmio Práticas Pedagógicas do município de Araquari, que faz referência à cultura de base açoriana nas Escolas e Centros de Educação Infantil do município.

O Edital recebeu 34 inscrições que concorreram em duas categorias: Educação Infantil e Séries Iniciais. A revelação aconteceu durante a 29ª Açor-Festa Açoriana, que depois de 20 anos, voltou a ser realizada em Araquari.

Os integrantes dos dois projetos ganharam uma viagem de estudos e de trabalho à Região Autônoma dos Açores – Portugal. O roteiro foi planejado em parceria com o Governo Regional dos Açores e com a Câmara Municipal de Ponta Delgada, maior município da ilha de São Miguel, em Portugal.

A primeira visita técnica foi na EB1/JI de Milagres, em Arrifes na Ilha de São Miguel – Açores. Os professores da Rede Municipal de Araquari interagiram com as crianças da educação primária. A turma da terceira série preparou uma oficina de confecção de cravos, símbolo da liberdade após o fim da ditadura de Portugal. Já a turma da segunda série, os professores e crianças prepararam uma apresentação musical e uma dinâmica escape room.

A outra visita técnica aconteceu na Escola EB1/JI de Matriz, em Ponta Delgada – Açores. Professores da rede Municipal de Araquari tiveram momentos de interação com as crianças da pré-escola e do primeiro ciclo.

Segundo o coordenador geral de ensino da Secretaria de Educação e pesquisador de cultura de Araquari, Daia Carvalho, “a importância de trabalhar as referências culturais do patrimônio no âmbito da escola faz com que as pessoas, nesse momento histórico que a cidade está agora, de desenvolvimento, possam não esquecer de suas identidades culturais. Acho que esse é um papel importante e fundamental da educação”.

Visitas técnicas às Universidades de Portugal

No roteiro da viagem também está incluída a passagem por importantes Universidades de Portugal, uma delas é a Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, onde a comitiva se reuniu com a professora e pesquisadora Daniela Ferreira, que participa das implementações curriculares nas escolas do território português.

A intenção da Secretaria Municipal de Educação de Araquari é discutir como um modelo de escola que partilha da lusofonia (comunidade formada pelos países que falam a língua portuguesa), pode estabelecer relações com os modelos presentes aqui, dando ênfase às manifestações culturais, tendo a linguagem como objeto de conhecimento para os espaços escolares. A Universidade de Porto desenvolve ações vinculadas ao Ministério da Educação (MEC), onde pesquisas são realizadas com universidades brasileiras. A intenção é estreitar laços com a educação e com a cultura, para proporcionar outras perspectivas de formação para professores, objetivando outras oportunidades de aprendizado para as crianças.

Nesta terça-feira, 30, a comitiva deve passar por Coimbra e Lisboa, onde visitas serão feitas em instituições de ensino com o foco de buscar conhecimento e estreitar laços em questões que envolvem o patrimônio cultural e a sociedade.

Conheça os projetos vencedores do 3º Prêmio Práticas Pedagógicas do Município de Araquari

O projeto vencedor do 3º Prêmio Práticas Pedagógicas de Araquari, na categoria Anos Iniciais, foi aplicado na escola Francisco Jablonski, no Itinga. Intitulado Resgate de Memórias e Manifestações de Base Açorianas, o projeto estreitou laços entre as crianças e a cultura dos Açores, além de mobilizar a comunidade, já que os estudantes saíram pelas ruas entregando o Pão Por Deus, bilhetes feitos com papel reciclável, com poemas e sementes.

Participaram do projeto os professores de arte, Evelaine Duffeck Nilsen, Veronica Fernandes e Ricardo Domingues, e a Professora de Inclusão Bruna de Lima.

Já os vencedores da categoria Educação Infantil do 3º Prêmio Práticas Pedagógicas do Município de Araquari estão no CEI Marise Travasso, no Itinga. As crianças de 4 e 5 anos aprenderam sobre a cultura açoriana, brincando. Colcha de retalhos e bonecos de argila foram confeccionados.
A comunidade foi convidada a entrar na escola, com a apresentação do Terno de Reis.

Participaram do projeto as professoras de educação infantil, Cintia Cristina Anacleto, Fabiola Sauchuk e Andreia Floriani Torres.

Receba notícias em seu celular pelo grupo de WhatsApp do jornal Folha Metropolitana Curta nossa página do Facebook e siga-nos no Instagram

Folha Metropolitana

A diferença entre a literatura e o jornalismo é que o jornalismo é ilegível e a literatura não é lida… Oscar Wilde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *