FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

Pedro Holderbaum artista visual e arquiteto estreia nova exposição

No dia 6 de abril, quarta-feira, na Giuseppe Pizzeria, em Joinville, estreia a exposição “Reflexos – Das imagens fugidas aos eventos que podem mudar profundamente nossas vidas” do artista visual e arquiteto Pedro Holderbaum. 

 

Segundo Pedro, o objetivo de “Reflexos”, é abordar o tema não só sob o aspecto óptico, mas sob todas as suas nuances, que vão dos acontecimentos marcantes dentro da nossa cultura até as consequências e implicações reais na vida de cada um. A exposição que conta com 25 obras, em fotografia, colagem sobre canvas, fica aberta para visitação até o dia 6 de julho, terça-feira, 

 

Pedro Holderbaum é gaúcho, nascido na cidade de Porto Alegre (RS), formado em arquitetura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS, possui em seu currículo, mais de 100 obras construídas. Além da arquitetura, outra grande paixão do artista são as orquídeas, como orquidófilo e enquanto presidente da Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas (AJAO), Pedro foi o responsável pelo projeto arquitetônico, montagem e desmontagem da Festa das Flores de Joinville por 10 anos consecutivos de 1995 a 2004, e atuando ainda como arquiteto,  possui em seu currículo, mais de 100 obras construídas. 

O arquiteto estreou na carreira das artes visuais com grande sucesso, em março de 2014 com a primeira parte da exposição “Torre de Babel” no Garten Shopping. Em 2015 consolidou o amadurecimento na carreira com a 2ª parte da exposição “Torre de Babel- Segmento Homo Sapiens”. Participou também da exposição “Códigos Corpóreos” no espaço expositivo Juarez Machado, exposição fotográfica da montagem do livro “Fragmentos da Dança”, coordenados pelo fotógrafo italiano Antonio Falzetti e Iandra Pavanati da Udesc Joinville, a exposição fotográfica “Rés do Chão” na Câmara de Vereadores de Joinville,  “Processos  Linha do Tempo”, de outubro de 2016, a exposição “O Voo” do inicio de 2017, e “Distância Interior” no Garten Shopping, e a exposição “Metanoia” na Airez Galeria de Artistas Independente  de Curitiba, também em 2017.

Já em 2018, no mês de maio, o artista visual, levou para a sede da Associação doa Artistas Plásticos de Jaraguá do Sul (AJAP), sua exposição “Rés do Chão”, e em 2019, levou essa mesma exposição para a Giuseppe Pizzeria, em 2021, participou da exposição coletiva “Fragmentos Pandêmicos“. No trabalho do Pedro, sempre é possível enxergar uma crítica social, e uma contextualização dos tempos na qual vive a sociedade mundial atualmente.  

 

REFLEXOS E REFLEXÕES 

“A obra de Holderbaum tangencia como estilo há anos a Pop Art, e se está em princípio foi uma crítica à sociedade de consumo e aos valores fáceis da publicidade a dele questiona a leitura rasa que fazemos da realidade. 

Nessa exposição “Reflexos” o que aparenta ser simplesmente belas fotografias nas quais os reflexos são efeitos da luz nos cabe indagar o que o registro do belo tem a ver com a realidade de um mundo ordenado por nós mesmos, e do paradoxo da realidade como uma ilusão do real. 

Trabalhando como de hábito através de colagens e, nesse caso, com instantes por ele capturados em inúmeras viagens ora rebatendo através de inversões especulares o baixo e o alto, criando cenários poéticos como o da modelo em primeiro plano com a vegetação aquática luxuriante invertida ao fundo, tal como flor submersa nas águas, quiçá sonho de fadas de Hans Christian Andersen que ela sonha e em que o artista mergulha. 

A mensagem subliminar é a de devemos atentar para o que ocorre à nossa volta, se a imagem refletida da mãe e filho enfermo entrevista na janela do Museu Picasso é a obra do artista que nos acena sinalizando a fragilidade da vida, ou se a refração difusa da luz nas torres da Igreja da Sagrada Família, tais como modulações de cor em simultâneos contrastes reflete o sonho realizado por gerações sucessivas para a elevação do espírito humano, e não simples atração turística de um genial arquiteto, o que nos abre espaço à reflexão: somos episodistas em relação ao mundo que nos cerca ou tomamos consciência de que a vida não é uma “coleção de momentos”, ela pulsa na interação com o outro.” 

Walter de Queiroz Guerreiro 

Crítico de Arte ( ABCA/AICA). 

 

 

SERVIÇO  

  

O Quê:  Estreia da exposição “Reflexos – Das Imagens Fugidas Aos Eventos Que Podem Mudar Profundamente Nossas Vidas” do artista visual e arquiteto Pedro Hiolderbaum 

Onde: Giuseppe Pizzeria – Rua Otto Boehm, 604 – América, Joinville – SC  

Quando: 6 de abril (quarta-feira), até o dia 5 de julho (terça-feira) 

Horário: de segunda a domingo das 11h às 14h30  

Jantar:  de quinta a domingo a partir das 18h às 23h  

Quanto: visitação exposição gratuita 

Folha

Nenhum comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.