Ônibus voltam, mas usuários ainda desconfiam