FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

”O Farol para joinvilenses” atrai público para visitar prédio histórico da cidade

Nesta quarta-feira (9), feriado do aniversário de 171 anos de Joinville, os joinvilenses podem voltar ao tempo, visitar o prédio da antiga prefeitura e subir na torre do edifício histórico que agora abriga novos serviços. A atividade “O Farol para os joinvilenses” segue até às 17h.

A rua Max Colin está fechada para veículos do trecho entre as ruas João Colin e Blumenau.

Na via, stands de food trucks, artesanato, produtos coloniais, o ônibus mais antigo da Gidion, um caminhão dos Bombeiros Voluntários de 1957 e carros antigos, uma atração à parte. Os visitantes podem tirar fotos ao lado de um Mustang, um Maverick e um Mercury. Carros dos anos 1964 a 1995, todos da Ford. É que antes de ser a antiga prefeitura, o edifício foi sede da loja da montadora na cidade.

Expectativa também dentro do prédio para subir até a torre do O Farol. Uma das pessoas que aguardava era o representante comercial John Robert Kortbein. O avô dele trabalhou na colocação do piso do prédio. “Sou joinvilense, amo a minha cidade e não conhecia aqui”, conta John.

Depois de visitar a torre, a emoção também era perceptível. “É muito legal, valeu muito a experiência. Nasci aqui, nunca tinha vindo. De lá da torre dá pra ver a Rua das Palmeiras, os pontos mais icônicos de Joinville”, relata o analista de sistemas, Cauê Gastaldi. Ele estava com a esposa, Nadi Moraes, que também ficou encantada. “A gente não tinha noção que era tão alto, tem a visão da cidade toda, dos bairros, valeu muito”, conta a auxiliar administrativo.

“O Farol para os joinvilenses” começou às 9h, mas antes do horário oficial, já tinha visitante esperando para subir na torre.

“Muita gente se surpreende quando falamos que o prédio está aberto e que pode ser visitado. Em função do aniversário da cidade, fizemos essa ação. As pessoas puderam conhecer e os mais antigos revistarem o local”, afirma Fernando Bade, diretor da Secretaria de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável.

A feira na rua Max Colin trouxe opções de produtos comercializados por empreendedores acompanhados pela incubadora pública Join.Cubo. E também produtos agrícolas da região.

A Guarda Municipal, o Corpo de Bombeiros Voluntários, a Polícia Civil e a Polícia Militar estão presentes no evento. A equipe da Secretaria de Esportes (Sesporte) oferece uma série de atividades de recreação como badminton (com raquete e peteca), tiro ao arco, tabuleiros no chão de xadrez e camas elásticas. Os instrutores acompanhavam as atividades.

A Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) ficou responsável pelas apresentações artísticas e culturais, além de oferecer informações históricas sobre o prédio para quem subia a torre.

A inauguração da reforma do prédio da antiga sede da Prefeitura e o lançamento do projeto O Farol foram realizados no início da semana. O prédio, que passou por uma grande reforma, abriga além do projeto O Farol, os serviços da Vigilância em Saúde e o Centro de Treinamento da Ginástica Artística.

A obra de restauro e reforma da antiga Prefeitura teve um custo de R$ 3.250.281,58.

O Farol é um grande espaço colaborativo para agentes culturais, sociais e esportivos. O objetivo é gerar economia, empregos e negócios na cidade. No local, os agentes recebem apoio de técnicos da Prefeitura de Joinville para montar projetos e aprender como buscar recursos por meio de leis de incentivos ou fundos municipais, estaduais e federais, por exemplo.

Folha

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.