FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato /     Publicações Legais

   jornalismo@folhametropolitana.com

No ano em que completa 90 anos, Wetzel encerra a recuperação judicial com faturamento histórico

Decisão favorável à Recuperação Judicial, numa decisão proferida pelo juiz da 4ª Vara Cível da comarca de Joinville, Luis Paulo Dal Pont Lodetti

Coragem para enfrentar desafios. Esse é o pré-requisito para superar obstáculos, crescer e alcançar o sucesso. Se em 2016, uma das mais tradicionais empresas de Santa Catarina passou por dificuldades, nesta semana, a Wetzel S/A encerra seu processo de recuperação judicial, com orgulho e gratidão pela participação de colaboradores, fornecedores e clientes que depositaram a mais alta confiança neste capítulo da história da Companhia.

Durante o processo, a Wetzel S/A passou por uma profunda reestruturação que devolveu seu equilíbrio financeiro e operacional. O plano foi baseado em ações, como: a implantação de controles mais rígidos, a renovação de executivos, a comunicação transparente com credores, trabalhadores, clientes e fornecedores, além das instituições financeiras. A empresa ainda trabalhou arduamente na redefinição do negócio principal, com mudanças estruturais, melhorias no processo de produção, vendas, logística e qualidade, focando sempre na redução de custos e no controle efetivo do caixa.

“A empresa mudou radicalmente seu modelo de gestão. Apostamos em uma estrutura organizacional enxuta, cortamos gastos e estamos fazendo, progressivamente, tudo o que é possível para tornar a operação mais eficiente e elevar nosso nível de produtividade. Foi um grande desafio, mas com transparência, coragem, humildade e confiança, conseguimos chegar ao resultado atual”, explica o diretor presidente da Wetzel S/A, Rodrigo Moretti.

Resultados

Um estudo feito pela Serasa Experian, entre 2005 e 2014, apontou que somente uma em cada quatro empresas consegue sobreviver após pedir recuperação judicial no Brasil. Se poucas empresas conseguem superar as dificuldades, os resultados alcançados pela Wetzel S/A são surpreendentes: a Unidade de Peças Automotivas em Alumínio teve um aumento de 107,4% nas vendas, enquanto a Unidade de Peças Automotivas em Ferro obteve 59% e a Eletrotécnica 40%. No consolidado, o grupo orgulha-se de um crescimento de 67%, comparado a 2020.

Toda esta evolução só pôde ser alcançada com o atendimento diferenciado, a excelência na produção de componentes em alumínio, ferro e plástico e o investimento de R$ 22 milhões, somente nos exercícios de 2021 e 2022. Para se manter como referência nos mercados em que atua e escrever sua história de superação, foram adquiridas novas tecnologias e equipamentos. Hoje, a Wetzel S/A conta com oito células de produção em fundição de alumínio em baixa pressão que fazem da Companhia a maior fundição de alumínio para o segmento automotivo do país. Aliás, pouquíssimas fábricas brasileiras detêm quatro processos fabris em alumínio: baixa pressão, gravidade, injeção e usinagem.

Nos últimos dois anos, a Unidade Ferro ajustou as estratégias, focando na filosofia de agregação de valor, para oferecer ao mercado soluções completas. A Wetzel S/A segue avançando no atendimento ao Setor Agrícola, pois acredita na sinergia entre este segmento e suas capacidades. Além disso, destacam-se as parcerias fechadas para internacionalização dos produtos da Companhia, que estão sendo distribuídos no mercado global, reiterando vocação desta como uma empresa exportadora.

Para finalizar, a Wetzel S/A conta ainda com a visão inovadora da Unidade Eletrotécnica, que expandiu a atuação para o Mercosul, ao desenvolver e comercializar produtos destinados aos segmentos de instalações elétricas, iluminação industrial e comercial, como a linha de produtos em LED.

Segundo o diretor presidente Rodrigo Moretti, o grande diferencial da Wetzel é sua capacidade de gerir mudanças para, assim, aumentar a competitividade no mercado onde está inserida. “Historicamente, são poucas as empresas que ultrapassam os cinco anos de vida. A Wetzel sempre foi uma empresa em evolução, focando e pensando do outro lado da mesa com os seus clientes. O segredo destes 90 anos é a prestação de um atendimento diferenciado, investindo em tecnologias e inovando a cada dia”, destaca Moretti.

Enfrentamento da pandemia da Covid-19

Apesar dos efeitos da pandemia da Covid-19 na economia global, em 2020, a Wetzel S/A deu continuidade ao processo de reestruturação iniciado no ano anterior e, adotando as melhores práticas e orientações para o controle do novo coronavírus, manteve suas três unidades em operação.

Conectada com a transformação tecnológica da indústria e atenta às demandas dos clientes por produtos cada vez mais inovadores, seguros e de qualidade, mesmo em uma época de tantas incertezas, a Wetzel S/A investiu em processos internos mais ágeis e em uma gestão de ponta para projetar o crescimento de todos os seus negócios.

A capacidade de responder rapidamente aos desafios impactou positivamente à empresa, garantindo o aumento da competitividade em áreas de alta concorrência.

Futuro promissor

A coragem da Wetzel S/A em enfrentar desafios vem do esforço coletivo da sua equipe de profissionais, que continua a trabalhar para o crescimento e a renovação da Companhia.

Neto do fundador da empresa, André Luís Wetzel da Silva, presidente do Conselho de Administração, pontua: “Nossa companhia tem 90 anos e continuamos mantendo o comportamento focado na confiança, respeito e inovação. Mas é bonito ver nossa evolução e como investimos na capacitação dos novos talentos que estarão conosco quando chegarmos aos 100 anos de história, marca alcançada por poucas empresas.”

Durante sua trajetória, a Wetzel S/A venceu crises, se reestruturou, reinventou seus produtos, investiu em seus colaboradores e alcançou um novo ciclo de crescimento, consolidando seu nome no mais alto nível de reconhecimento do mercado, certa de um futuro cada vez mais promissor.

O diretor presidente da Wetzel S/A, Rodrigo Moretti finaliza dizendo que o mais importante é ter a persistência para seguir lutando, não ter medo de nada e enfrentar as dificuldades para manter a empresa próspera.

Receba notícias em seu celular pelo grupo de WhatsApp do jornal Folha Metropolitana Curta nossa página do Facebook e siga-nos no Instagram

Cláudio Loetz
Colunista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *