Magistrada discutirá algo mais do que punição para homens que agridem mulheres