LUIZ CARLOS PRATES: Só pensamos em nós