FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato /     Publicações Legais

   jornalismo@folhametropolitana.com

Joinville Lixo Zero promove evento sobre Agroecologia no mês do Meio Ambiente

Encontro será dia 4, às 18h30, na Católica, com entrada gratuita

Em uma iniciativa que busca alinhar práticas agrícolas sustentáveis, o Coletivo Joinville Lixo Zero realizará o evento “Agroecologia na Prática” dia 4 de junho, às 18h30, na Católica Centro Universitário, para marcar o mês do Meio Ambiente. O encontro, gratuito (confira as informações abaixo), tem como objetivo destacar a importância da agroecologia como ferramenta essencial para a restauração da terra e a promoção de um sistema alimentar mais justo e saudável.

O evento segue a temática proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU) para o Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano, que foca em “Acelerar a restauração da terra, a resiliência à seca e o progresso da desertificação”. Nesse contexto, a agroecologia se mostra crucial, contribuindo significativamente para as metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável e ODS 13 – Ação Contra a Mudança Global do Clima.

A programação do evento começa às 18h30 com uma recepção regada a frutas e cafezinho, seguida pela abertura oficial às 19h. Um dos pontos altos será a roda de conversa às 19h30, mediada pela Dra. Kelly Justin da Silva, engenheira agrônoma e pesquisadora na Católica SC. O painel de convidados conta com nomes influentes como Beto Amaral, agricultor e feirante agroecológico, Marcos José de Abreu, deputado estadual de SC, Vanessa Speckhahn Vicente, nutricionista e diretora de Segurança Alimentar e Nutricional do Joinville Lixo Zero, e Vitor Odir Tapajoz de Arruda, representante da rede Ecovida e agricultor agroecológico.

Às 20h45, será elaborada uma carta a ser entregue ao COMSEAN e CAISAN (Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional), contendo as principais tratativas e recomendações discutidas durante o evento.

Impacto Ambiental e Segurança Alimentar

Vanessa Speckhahn, diretora Nutricional e de Segurança Alimentar do Joinville Lixo Zero, destaca que “a produção de alimentos tem um impacto significativo no meio ambiente, contribuindo para o desmatamento, a degradação do solo, a perda de biodiversidade e a emissão de gases de efeito estufa. A agroecologia surge como uma abordagem vital para mitigar esses efeitos, promovendo práticas agrícolas sustentáveis que respeitam os ecossistemas naturais e garantam alimentos que realmente tragam nutrição para a população.”

Speckhahn também enfatiza a necessidade de apoiar a transição dos agricultores familiares em Joinville, que atualmente dependem majoritariamente de métodos convencionais baseados no uso de agrotóxicos. “É essencial discutir como sensibilizar esses agricultores para a transição agroecológica e a necessidade do poder público apoiar esse agricultor assim como apoia o agronegócio”, afirma.

Participação Comunitária

Os organizadores convidam os participantes a contribuir com um ingresso solidário de 1kg de alimento, que será destinado ao Rio Grande do Sul. Além disso, há a orientação de levar os próprios copos ecológicos para que seja possível degustar um cafezinho orgânico, que será servido junto de frutas orgânicas e outros quitutes, todos com ingredientes orgânicos, reforçando o compromisso com a sustentabilidade.

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato por meio do e-mail joinvillelixozero@gmail.com.

Folha Metropolitana

A diferença entre a literatura e o jornalismo é que o jornalismo é ilegível e a literatura não é lida… Oscar Wilde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *