FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato /     Publicações Legais

   jornalismo@folhametropolitana.com

Instituto Arte Maior abre 25 vagas em programa de bolsas integrais

Uma das mais reconhecidas escolas de música de Joinville, o Instituto Arte Maior anuncia a abertura de 25 vagas para estudantes da rede municipal e estadual de ensino, ou bolsistas integrais em escolas particulares, crianças e adolescentes em situação de risco ou de vulnerabilidade social. O Programa de Formação Musical é voltado à faixa de 7 a 12 anos, e, segundo a direção da escola, visa ao desenvolvimento do potencial intelectual, criativo e social, além de melhorar a expressão emocional dos jovens participantes. “As práticas artísticas aplicadas ao cotidiano contribuem para o desenvolvimento do autoconhecimento e fortalecem a autoestima e os cuidados com a saúde emocional dos alunos”, ressalta a diretora Kátia Siqueira.

As bolsas oferecidas são integrais, ou seja, cobrem 100% dos custos. No primeiro ano, os alunos terão formação coletiva de canto coral, com aulas uma vez por semana. Ao mesmo tempo, poderão ingressar nas aulas de formação musical. As crianças e adolescentes selecionadas passam a integrar o Coral Infantojuvenil Arte Maior, e, mais adiante, vão participar de diversos eventos e apresentações em Joinville e região. Confira mais informações no site artemaior.org.br/selecao-novos-bolsistas.

Mais que uma instituição de ensino, a Arte Maior se apresenta como “uma família de artes musicais que se entrelaça com a história de Joinville” – hoje com cerca de 1 mil alunos e cursos nas áreas de cordas, teclas, percussão, vocal, teoria e musicalização infantil. A escola completou 35 anos de atividades em 2023, migrando sua gestão para a esfera do Instituto Arte Maior, que já opera desde 2019, com ênfase em projetos culturais e viés social. No total, o instituto oferece 140 bolsas de estudo gratuitas, e, nas palavras da diretora Kátia Siqueira, “permite que crianças em situação de vulnerabilidade social descubram a beleza da música e desenvolvam suas habilidades”. A instituição atende a um público amplo, de bebês a partir dos 8 meses até a terceira idade. “A metodologia própria que desenvolvemos é fonte de orgulho, reconhecida por sua excelência”, sublinha Kátia.

Receba notícias em seu celular pelo grupo de WhatsApp do jornal Folha Metropolitana Curta nossa página do Facebook e siga-nos no Instagram

Folha Metropolitana

A diferença entre a literatura e o jornalismo é que o jornalismo é ilegível e a literatura não é lida… Oscar Wilde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *