FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

Informe Publicitário : Cooperativas Ailos possibilitaram economia de mais de R$ 2 bilhões a cooperados em 2021

Valor representa soma do que foi poupado entre tarifas e juros, rendimentos dos investimentos, juros ao capital e distribuição de sobras

Norteadas pelos princípios do cooperativismo, as cooperativas atuam com interesse pelas comunidades onde estão inseridas, com o objetivo de oferecer produtos ou serviços que façam a diferença na vida das pessoas – seja com economia, ações sociais ou formação de cidadãos mais conscientes. No ranking Melhores e Maiores de 2021, as 24 maiores cooperativas do Brasil não apresentaram queda nas receitas, sendo o ramo de crédito responsável por 11% do mercado de estoque de empréstimos e financiamentos do Brasil, um dos que mais cresce no Brasil.

Nas cooperativas Ailos, essa força é refletida no Resultado Econômico Social do último ano: a economia média gerada para cada um dos 1,2 milhão de cooperados foi de R$ 1.650,72 – totalizando mais de R$ 2 bilhões poupados. Para se chegar ao valor, é feita a soma do que foi economizado entre tarifas e juros, e quanto o cooperado recebeu em rendimentos dos investimentos que fez em sua cooperativa, em comparação a outras instituições financeiras. O resultado obtido é somado aos juros sobre o capital (remuneração sobre as cotas capital do cooperado investidas na cooperativa) e à distribuição das sobras (calculadas conforme movimentação de cada cooperado e os resultados da cooperativa durante o ano). Em resumo, é a economia que o cooperado teve ao utilizar os produtos e serviços da sua cooperativa.

“O Resultado Econômico Social reforça nosso compromisso de transformar a vida das pessoas. Afinal, visamos uma economia sustentável e o desenvolvimento da comunidade local”, explica Ivo Bracht, diretor executivo da Central Ailos.

Na Viacredi, R$ 1,4 bilhão ficou na comunidade

Somente na Viacredi, R$ 1,4 bilhão foi mantido nas comunidades de Santa Catarina e do Paraná onde a cooperativa Ailos está presente.

Diretor executivo da instituição, Vanildo Leoni comenta que é importante que o cooperado perceba que os benefícios tanto nas finanças pessoais como na economia da região são sentidos durante todo o ano. Na Viacredi, o Resultado Econômico Social é chamado de Economia da Cooperação.

“Quando oferecemos produtos financeiros mais adequados à realidade das pessoas e que não visam a rentabilidade de um pequeno grupo de acionistas, realizamos os sonhos e o desenvolvimento de toda a comunidade. Os números explicitam o que fazemos acontecer todos os dias”, conclui.

Folha

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.