FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

Exposição “Ser Negro” é prorrogada na Galeria de Arte Victor Kursancew

Quem ainda não prestigiou a exposição “Ser Negro”, na Galeria Municipal de Arte Victor Kursancew anexa à Casa da Cultura, tem um prazo a mais. A mostra foi prorrogada até o dia 29 de abril e marca os 20 anos de trajetória artística do joinvilense Sérgio Adriano H. O público pode visitar de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h e a entrada é gratuita.

A exposição reúne 36 obras, das quais 32 são inéditas. O eixo central de “Ser Negro” são as investigações que quase sempre passam pelas enciclopédias, dicionários, livros de arte e revistas em que o artista pinta, rasura, recorta, imprime e sulca – gestos que simbolizam o desejo de reescrever uma história distorcida, apagada, amordaçada. Em palavras e imagens, múltiplos recursos técnicos adotados na montagem de fotografias, vídeos, instalações e objetos, uma reflexão sobre o racismo estrutural brasileiro.

A exposição “Ser Negro” tem a curadoria de Juliana Crispe e foi contemplada pelo Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura – Artes – 2021, uma iniciativa do governo do Estado de Santa Catarina por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

A Galeria Victor Kursancew é o ponto de partida do projeto, que passará também por Florianópolis, Blumenau, Chapecó, São Paulo e encerra no Rio de Janeiro.

Contato da assessoria de imprensa para entrevistas com o artista Sérgio Adriano H: Néri Pedroso (48) 99911-9837.

Folha

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.