Em um mês, SC tem 590 pessoas presas por violência doméstica