FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato /     Publicações Legais

   jornalismo@folhametropolitana.com

ELTON CARVALHO: Solidez defensiva será arma do JEC

Conteúdo mensal do jornalista esportivo de Joinville, Elton Carvalho

O JEC estreou no Campeonato Catarinense confirmando no empate por 0 a 0 com o Camboriú, em Balneário Camboriú, a virtude que já havia apresentado ao longo dos três primeiros jogos-treinos: solidez defensiva. O goleiro Glauco pouco foi ameaçado durante os mais de 90 minutos no Estádio das Nações. Nem mesmo quando o Camboriú esteve melhor na segunda etapa o camisa 1 do Joinville chegou a ser exigido.
A organização coletiva da equipe de Júlio Cesar Nunes chamou a atenção, pelo menos nesta primeira rodada. Individualmente, é preciso destacar também o bom trabalho dos volantes Gilberto Júnior e Gledson. Na defesa, Ewerton Páscoa e André Baumer não comprometeram.
O Tricolor precisa, agora, ter um melhor “acabamento” de suas jogadas ofensivas. O acerto no último passe; evitar finalizações precipitadas; caprichar na definição da jogada.
Se conseguir fazer estes ajustes, o JEC poderá brigar bem pela vaga na Série D, a começar pelo confronto direto de quarta-feira, 18, contra o Marcílio Dias, na Arena. Uma vitória diante do Marinheiro jogaria para trás um concorrente direto nesta disputa pelo lugar na Quarta Divisão de 2024 – só neste duelo direto, o Joinville, com uma vitória, abriria quatro pontos do Marcílio.


Catarinense
A vitória do Hercílio Luz, fora de casa, contra o Marcílio Dias, e o empate do Concórdia, também como visitante, frente ao Criciúma, foram os resultados que chamaram a atenção nesta primeira rodada de Campeonato Catarinense. Os dois “emergentes” (que estarão na Série D deste ano) demonstram que darão trabalho e voltarão a brigar pelas classificações nacionais.


Verdão forte
Entre os grandes, a vitória da Chapecoense sobre o Avaí foi incontestável. O time do Oeste criou mais e apresentou transições muito rápidas com Bruno Nazário, Alisson, Danrlei e Lucas Ribamar. O último, por sinal, é conhecido nacionalmente e decidiu o duelo com oportunismo ao marcar o segundo gol, no fim da partida.


Futsal
O JEC/Krona voltou aos trabalhos na tarde de segunda-feira, 16, recheado de novidades. Além do técnico Cassiano Klein, campeão da Liga Nacional (2021) e da Libertadores (2022) pelo Cascavel-PR, chegaram o pivô Eder Lima (ex-Sorocaba); os alas Gabriel Gurgel e Kevin (ambos ex-Cascavel); o fixo Ernani (outro ex-Cascavel) e o fixo Henrique (ex-Corinthians). Os cinco contratados já se juntaram ao elenco tricolor.


Vôlei
O Joinville Vôlei está definindo os últimos detalhes para a estreia na Superliga Masculina B, a partir deste sábado, 21. A equipe entra em quadra às 19h, diante do Niterói Vôlei, em Niterói (RJ).


Sequência
Logo depois da partida contra os cariocas, o Joinville Vôlei volta ao Estado para encarar a Aprov Chapecó, em Chapecó, no dia 28 de janeiro, às 19h.


Em casa
A primeira partida dos joinvilenses em casa ocorrerá apenas no dia 4 de fevereiro diante da equipe de Monte Carmelo. Até o fechamento da edição, não havia uma definição se o jogo ocorreria no Centreventos Cau Hansen ou no Ginásio da Univille.


47 anos
No próximo dia 29, o JEC completa 47 anos de função. Que seja uma celebração de um ano de retorno às disputas dos campeonatos nacionais, dos quais o clube está ausente há duas temporadas.

Elton Carvalho
Colunista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *