FOLHA METROPOLITANA Jornal diário de Joinville e Araquari

Quem SomosAnuncieContato

   jornalismo@folhametropolitana.com

Ambiental tem contrato renovado por mais 10 anos em Joinville

A Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra), realizou a renovação do contrato de coleta de lixo, limpeza de áreas públicas e manutenção do aterro sanitário por um período de 10 anos com a empresa Ambiental.

Com a renovação, um significativo volume de investimentos passará a ser executado pela empresa Ambiental, resultando em diversos benefícios que serão percebidos pela comunidade, garantindo a vantajosidade da execução do contrato. Outro ponto relevante é o reajuste anual, que passa a ser fixado em 95% do índice inflacionário do período.

O maior investimento será na implantação de uma Usina de Tratamento de Resíduos no Aterro Sanitário. Esta é uma nova alternativa tecnológica que possibilita a separação, trituração, secagem e processamento dos resíduos, resultando em material combustível para a geração de energia do próprio aterro. A usina terá capacidade de processar 100 toneladas de resíduos por dia, representando cerca de 20% do total de material produzido na cidade. O investimento para esta ação será de R$ 110 milhões e as obras terão início ainda em 2022.

Outra ação importante será a ampliação da área do depósito atual do Aterro Sanitário, que atualmente tem vida útil para aproximadamente 15 meses. Com o investimento de R$ 30 milhões o prazo passará para 12 anos. Além disso, será realizada a impermeabilização dos maciços superiores, visando desviar a água da chuva do sistema de tratamento e também a implantação de emissário de efluentes. O investimento para estas ações será de R$ 8,3 milhões.

Com as mudanças a serem realizadas no Aterro Sanitário, a empresa Ambiental fará a implantação do Ecoparque Bororós, que vai transformar o complexo em um equipamento público para o apoio aos programas de educação ambiental no município. As obras, que terão investimento de R$ 4 milhões, iniciarão em maio de 2022. A previsão de conclusão é para o segundo semestre de 2023.

Como forma de incentivar o processo de compostagem de resíduos orgânicos, será realizada a implantação de um projeto piloto de compostagem em unidades públicas, incluindo Centros de Educação Infantil, Escolas e Unidades de Saúde.

Na região central, 150 novos contentores de 1 mil litros serão instalados, somando-se aos 40 contentores que já estão em funcionamento.

Também será ampliada a quantidade de Ecopontos, locais para entrega voluntária de materiais recicláveis, pilhas e baterias, a exemplo da estrutura que foi implantada recentemente no Centreventos Cau Hansen. Os Centros de Educação Infantil e Escolas Municipais receberão Mini Ecopontos para incentivar o hábito da reciclagem nos alunos da Rede Municipal de Ensino de Joinville.

Para colaborar com o desafio gerado pela coleta de resíduos recicláveis por catadores informais, serão locados seis galpões destinados à instalação de centrais de triagem de resíduos recicláveis.

A limpeza de vias também vai contar com investimentos extras, ampliando o número de equipes de capina mecanizada, limpeza de praças e manutenção de lixeiras. Anualmente, esta ação terá o investimento ampliado em R$ 5 milhões.

Folha

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.