A partir de junho, cada cidade de SC poderá decidir sobre retorno dos transportes e da educação, afirma governador